COVID-19 EM 24 HORAS: Índia ultrapassa 4 mil mortes e mais de 400 mil novos casos

A Índia registou pela primeira vez mais de 4000 mortes por covid-19 em 24 horas, após contabilizar mais 401.078 novos casos, informou, ontem o Governo indiano.

As 4197 novas mortes elevam o número total de óbitos na Índia para 238.270 desde o início da pandemia. O país tem ainda 21,9 milhões de pessoas que tiveram ou têm o novo coronavírus.

Especialistas estimam que o pico das infecções no país será alcançado no final de Maio.

A situação em Nova Delhi e em Mumbai está a se estabilizar, com a chegada de cilindros de oxigénio e o aumento de leitos hospitalares, mas o novo coronavírus está a se espalhar rapidamente nos estados do sul e nas áreas rurais.

Karnataka ordenou um bloqueio de duas semanas a partir de amanhã (10), numa tentativa de impedir a propagação do vírus.

Bangalore, que registou 1907 mortes pelo novo coronavírus em Abril, registou mais de 950 nos primeiros sete dias de Maio. O aumento da taxa de mortalidade é atribuído à falta de oxigénio e leitos de terapia intensiva.

A cidade de nove milhões de habitantes impôs restrições ao tráfego em 25 de Abril, mas não conseguiu reverter a curva.

Casos e mortes pelo novo coronavírus também dispararam no estado de Bengala Ocidental desde as eleições, marcadas por grandes comícios políticos. A sua principal cidade, Calcutá, sofre com a falta de oxigénio e de camas.

(G1.globo.com)

Classifique este item
(0 votes)