ACUSADO DE ASSASSINATO: Cidadão expulso da sua residência em Boane

Os moradores de Manguiza, distrito de Boane, província de Maputo, uniram- -se, recentemente, para obrigar Inácio Chilengue a abandonar o seu terreno onde havia erguido uma casa, uma barraca e três currais. O cidadão é acusado de ter raptado e assassinado uma menor, que residia neste bairro, em 2014.

Segundo os membros desta comunidade, depois do desaparecimento da menor, Chilengue terá abandonado o espaço e arrendado-o para outras pessoas. Volvidos seis anos, concretamente, em Dezembro, voltou para o seu terreno, o que para os moradores trata-se de ensaio para raptar mais crianças.

A população entende que não se pode permitir que o suposto raptor volte a ocupar o seu talhão que deve passar para a comunidade para que sejam construídas infra-estruturas sociais, nomeadamente salas de aula e centro de saúde.

A possibilidade de construção de infra-estruturas foi avançada pelas autoridades locais, a 30 de Dezembro de 2020, numa reunião solicitada pelos moradores, na presença de Inácio Chilengue. Leia mais...

TEXTO DE ABIBO SELEMANE

This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

Fotos de I. Pereira

Classifique este item
(0 votes)