Membro da PRM indiciado de tráfico de arma de fogo

Um membro da Polícia de Protecção afecto ao Comando Distrital da Polícia da República de Moçambique (PRM) encontra-se detido desde quinta-feira na Cadeia Provincial de Xai-Xai, província de Gaza, indiciado da participação no crime de tráfico de arma de fogo.

Associado ao mesmo crime encontra-se igualmente detido um agente económico do distrito de Chonguene.

Segundo o porta-voz do Serviço Nacional de Investigação Criminal (SERNIC) na província de Gaza, Zaqueu Mucambe, duas armas, das quais uma de fabrico chinês e outra de marca checa, encontravam-se guardadas na residência do agente económico e estavam para ser comercializadas nas províncias de Inhambane e Maputo.

Segundo Zaqueu, os indiciados disseram que já tinham clientes para comprá-las. O porta-voz acredita que existem outros cidadãos envolvidos neste crime, visto que, segundo os detidos, as armas foram adquiridas na África do Sul e alguém foi encarregue de trazê-las.

“Ainda estamos a trabalhar, pois precisamos de encontrar a pessoa que as enviou da África do Sul”, referiu.

O SERNIC acredita que esta não é a primeira vez que os indiciados desenvolviam este tipo de actividade. “Entendemos que o agente policial usava a sua profissão para facilitar a circulação deste equipamento, mas ainda há um trabalho em curso”, observou.

Num outro desenvolvimento, o porta-voz do SERNIC da província de Gaza referiu que um agente económico do distrito de Chonguene foi assaltado na via pública. Os bandidos colocaram troncos na estrada, obrigando a vítima a abrandar a velocidade. Após alvejarem-no a tiro, os criminosos roubaram uma quantia não especificada de dinheiro.

O empresário foi socorrido pela população local que o acompanhou ao Hospital Provincial de Xai-Xai, onde se encontra a receber cuidados médicos.

Segundo autoridades policiais, já se encontra detido um indivíduo em conexão com este caso criminal. O SERNIC está a trabalhar com vista a encontrar outros indiciados.

Classifique este item
(0 votes)