O embaixador da França em Moçambique, Bruno Clerc, afirmou que a França, sendo membro da União Europeia, está a apoiar Moçambique para solucionar o processo de Desarmamento, Desmobilização e Reintegração (DDR), dos homens da Renamo, com objectivo de garantir uma paz efectiva.

Bruno Clerc falou hoje em Maputo, momentos após ter sido recebido em audiência pelo Primeiro-Ministro, Carlos Agostinho do Rosário, por ocasião do fim da sua missão como embaixador da França em Moçambique. Na ocasião, o embaixador disse que regressava à sua terra com Moçambique no coração. “Mesmo estando em Paris vou continuar a ajudar Moçambique e fazer o possível para fortalecer a amizade que conquistado”.

O embaixador disse ainda que partia feliz uma vez que Moçambique está a mudar de forma positiva, na evolução política interna, processo de paz, económica, investimentos económicos e uma forte presença da Agência Francesa de Desenvolvimento (FDA) na área agrária. 

São vários investimentos feitos no sector de educação, saúde, agricultura, entre outras áreas. Foram investidos pouco mais de um bilião de Euros. Só para ilustrar entre ontem, segunda-feira, e hoje, terça-feira, há um fórum de negóciosentre Moçambique-França, que está a decorrer em Maputo, de modo a desenvolvermos as relações comerciais”.

Bruno Clerc encorajou o Governo de Moçambique a fazer de tudo para finalizar o processo de Desarmamento, Desmobilização e Reintegração (DDR), dos homens da Renamo, e também ter eleições gerais transparentes. “Neste aspecto parece que há uma vontade clara do Governo moçambicano e a União Europeia (UE) está a apoiar Moçambique neste esforço”.

 

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 61,11 62,29
ZAR 4,16 4,24
EUR 67,19 68,49

12.09.201Banco de Moçambique

Quem está Online?

Temos 260 visitante(s) ligado(s) ao Jornal