Cuba enfrenta uma crise de combustíveis devido às sanções económicas impostas à Venezuela pelos Estados Unidos de América. Na realidade, Venezuela é que garantia o fornecimento de combustíveis à Cuba na base da solidariedade comunista. A intensificação das sanções impedem a Venezuela de continuar a ser solidária com a Cuba. A esse respeito, o Presidente cubano, Miguel Diaz-Canel, no dia 12 de Setembro, avisou ao seu país que haveria escassez de combustível, principalmente o diesel. 

A declaração do Presidente cubano soou como um sino para despertar o espírito revolucionário cubano. Não é segredo para ninguém que desde a sua independência, em 1959, Cuba tem estado a enfrentar a “tempestade” de embargo económico, comercial e financeiro imposto pelos Estados Unidos de América. E, sobretudo, Cuba tem sobrevivido ao embargo que dura há sessenta anos, graças a sua extraordinária capacidade de resiliência e a solidariedade de parceiros internacionais de ideologia comunista.Leia mais...

Paulo Mateus Wache*

This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 61,72 62,95
ZAR 4,18 4,26
EUR 68,69 70,06

18.10.201Banco de Moçambique

Quem está Online?

Temos 373 visitante(s) ligado(s) ao Jornal