Fazer ovos a partir de uma omolete

Há frases que ficam nas nossas cabeças pelo simbolismo que têm; algumas porque são autênticas piadas sem, entretanto, deixarem de fornecer material bastante para reflexão ou mesmo para elaboração de uma tese de doutoramento... é o caso da famosa máxima fazer omoletes sem ovos...

Já há cenhos franzidos com a filosofia de Bula-Bula mas já lá vamos... comecemos pelo título que encima o texto: fazer ovos a partir de uma omolete. Estranho? Nem tanto . Aqui acontecem muitas coisas que não obedecem a nenhuma lei da física, química ou outra qualquer – incluindo a da gravidade – porque somos craques a inventar. Somos únicos.

Em boa verdade, aqui se pede sempre resultados sem que se tenha feito nenhum investimento. Exemplos? São tantos, mas fiquemos pelo futebol. Esse veneno de massas. Ópio do povo, como disse o outro noutro dia. Já no Livro Verde, o apelo era muito outro; mas voltemos a cavalgar... O Moçambola volta a ocupar o imaginário popular. É uma boa notícia que esconde, no entretanto, muitas mazelas do nosso futebol.

Ora vejamos... a coisa anda tão mal que ainda há dias vimos os “bosses” do Textáfrica baterem com a porta porque a coisa não estava a dar. É a quarta ou quinta direcção em menos de um piscar de olhos temporal que se retira do leme do primeiro campeão nacional do nosso futebol. Ali, no Chimoio, a língua que se fala é muito outra. Parece que os sócios – uns pouquitos – conseguem irritar qualquer um. Querem mandar sem contribuírem em nada para a vida do clube. É mau. Leia mais...

Classifique este item
(0 votes)