Print this page

OLDEMIRO BALOI/ 1955-2021: Adeus a um patriota

Abril 17, 2021 588

O país perdeu um grande homem; um homem de elevado sentido patriótico. Um excelente profissional, rigoroso e diplomata por excelência. Oldemiro Baloi jogou um papel importante na abertura de caminhos para a expansão e fortalecimento das múltiplas parcerias internacionais com Moçambique. Estas são algumas das múltiplas palavras emitidas no último adeus a Oldemiro Baloi, falecido quarta-feira última, vítima de doença, na vizinha África do Sul. Ouviu-se no elogio fúnebre lido por Verónica Macamo, ministra dos Negócios Estrangeiros e Cooperação (MINEC), que Baloi se destacou pela simplicidade com que interagia com os seus quadros e colaboradores, o que fazia de si amigo de todos. “Sabia elogiar o bom trabalho e criticar, e mandar corrigir o que estivesse errado”.

Segundo a governante, o malogrado, entre outros aspectos, destacou-se pelo zelo e dedicação em tarefas complexas e de elevada responsabilidade, entre elas, a função de vice-ministro da Cooperação, posto que acumulava com o cargo de coordenador da Comissão Executiva Nacional do Programa de Emergência, num período histórico difícil devido à guerra de desestabilização que foi acompanhada pelo aparecimento do fenómeno de deslocados e refugiados.

Nessa qualidade – lembrou a ministra – era responsável por garantir a assistência necessária às populações, que de forma espontânea regressavam às zonas de origem para retomarem as suas vidas. Leia mais...

Texto de Domingos Nhaúle

This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

Classifique este item
(0 votes)