Print this page

Moçambique reforça produção da banana

Abril 03, 2021 1129

É inaugurada amanhã, no distrito de Moamba, província de Maputo, a unidade de processamento da banana, na empresa Bananalândia, numa cerimónia que será dirigida pelo ministro da Agricultura e Desenvolvimento Rural, Celso Correia.

Com esta nova unidade, Moçambique reforça a cadeia de produção daquela fruta, a quarta cultura alimentar mais produzida no mundo, depois do arroz, trigo e milho.

Segundo o Ministério da Agricultura e Desenvolvimento Rural, o país produz cerca de 500.000 toneladas/ano de banana e a produção é feita por dois sectores, o familiar, responsável por 74,5%, e o comercial, por 25,5%.

O sector comercial é actualmente constituído por dezanove empresas a produzirem nas províncias de Maputo, Gaza, Manica, Nampula e Cabo Delgado, com mais de 70% da produção destinada à exportação (principal mercado África do Sul) e com uso intensivo de insumos agrícolas e de tecnologias modernas.

Segundo o Ministério da Agricultura e Desenvolvimento Rural, a banana é de grande importância socioeconómica no país, contribuindo para o bem-estar geral das comunidades rurais, para a segurança alimentar, geração de renda e criação de empregos.

A mesma fonte refere que a produção da banana estima-se em cerca de 6,4 toneladas por hectare para o sector familiar, contra as 45 a 60 toneladas por hectare do sector comercial.

O Mal do Panamá (Foc TR4) e a Virose do Topo em Leque da Bananeira (BBTV) são as doenças que têm tido maior impacto na indústria nacional da banana, tendo já levado à redução da produção nacional de banana em cerca de 22%.

Contudo, a produção tende a crescer como resultado de novos investimentos e de implementação de medidas de controlo e maneio das referidas doenças e Moçambique irá produzir 800.000 toneladas em 2025.

A banana, com valor de produção anual de cerca de 16 mil milhões de Meticais, contribui em 4,9% no valor da agricultura de Moçambique.

É a sexta cultura de maior contribuição. Cerca de 963.000 famílias moçambicanas têm a banana como uma das fontes de renda (receita familiar), ocupando 6274 trabalhadores permanentes na produção comercial, para além de contribuir para 6150 fretes de camiões de 30 toneladas na exportação.

Moçambique é auto-suficiente na produção da banana, onde cerca de 22% da produção nacional são destinados ao mercado externo, perfazendo 5% de exportações agrícolas do país.

Para o ano de 2021 é esperado um crescimento de 20% no valor de exportação, como resultado da implementação de medidas de controlo e maneio das doenças e da melhoria da condição de rega. (FIM)

Classifique este item
(0 votes)
Última modificação: Sábado, 03 Abril 2021 20:01