Quando há mais olhos do que barriga...

Bula-bula está atónito. Embasbacado porque, primeiramente, como diria um certo político de circunstância, há coisas que não era suposto sermos obrigados a ver; segundamente, ainda de acordo com o tal político, os autores das tais asneiras deviam ser exemplarmente sancionados.

Não é que lá pelas bandas de Mopeia (só para que conste, Mopeia é um distrito da província da Zambézia, portanto em Moçambique), alguém investido de poderes bastantes, decidiu proibir – isso mesmo proibir – a venda de maçaroca. Assim mesmo...

Para o efeito, exarou ou mandou fazer um comunicado com todos os requintes de malvadez. O tal decidira (vide comunicado anexo) tornar ilegal a venda de maçaroca naquele distrito. Mais ou menos como quem decide que não podes comer bife com natas na tua casa.

A coisa não deixava de ser inusitada pelo facto de que não se referia à maçaroca produzida na machamba da administração de Mopeia – Bula-bula não sabe se a administração daquele distrito terá alguns hectares de terra a produzirem alguma coisa – mas àquilo que as pessoas produzem de forma independente... produza, mas não venda nada senão apanhas. Leia mais...

Classifique este item
(0 votes)