Apreendidos 850 mil litros de gasóleo na Matola

A Autoridade Tributária de Moçambique, na província de Maputo, apreendeu aproximadamente 850 mil litros de gasóleo no terminal de combustível na Matola, província de Maputo.

O combustível entrou no Porto da Matola no dia 5 de Junho, e, seguidamente, durante sete dias, foi bombeado para os tanques da empresa Petróleos de Moçambique (PETRMOC).

Facto curioso é que, passado quase um mês, ainda não foi declarado o proprietário da mercadoria. Este trabalho devia ter sido feito até ao dia 23 de Junho último.

Segundo a directora dos serviços provinciais das Alfândegas de Maputo, Ludovina Uache, a declaração do proprietário da mercadoria devia ser feita pela Importadora Moçambicana de Petróleo (IMOPETRO).

Explicou ainda que quando o combustível chega no país é bombeado para os tanques dos operadores. Por sua vez, estes têm a obrigação de, num prazo de cinco dias após a descarga, proceder à declaração da mercadoria. Leia mais...

Classifique este item
(0 votes)