Vinte e quatro candidatos à admissão ao Centro de Formação Jurídica e Judiciária (CFJJ), na Matola, província de Maputo, instituição vocacionada à formação de juízes e procuradores, foram recentemente surpreendidos num esquema de fraude.

A denúncia foi feita pelo próprio CFJJ que explicou que tais candidatos não poderão ingressar neste estabelecimento de ensino. A instituição admite candidatos com nível de licenciatura em Direito.

domingo ouviu a opinião de algumas das classes profissionais ligadas ao sistema de administração da justiça em Moçambique, nomeadamente a Ordem dos Advogados, a Associação dos Juízes e a Associação dos Magistrados do Ministério Público que, além de se distanciarem do acto, propõem uma reflexão profunda sobre a qualidade do ensino superior no país.  Leia mais...

Texto de Benjamim Wilson 

This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.