Em Foco

Viabilizada cooperação científica e tecnológica

O Ministério de Ciência e Tecnologia (MCT) e a Universidade A Politécnica assinaram, quinta-feira última, em Maputo, um memorando de entendimento, que visa estabelecer mecanismos formais

 para viabilizar a materialização da cooperação científica e tecnológica.


Na ocasião, o Ministro da Ciência e Tecnologia, Louis Pelembe, referiu que o presente memorando irá estreitar as relações entre as duas instituições nas áreas prioritárias de investigação científica e tecnológica, desenvolvimento de incubadoras de negócio com base nas tecnologias de informação e comunicação, transferência de tecnologias e divulgação dos resultados da investigação científica e desenvolvimento de recursos humanos.

  
“A nossa expectativa é que os trabalhos de investigação científica desenvolvidos pelos nossos quadros, resultantes da implementação deste memorando, sejam orientados para a identificação de soluções para as principais preocupações e necessidades da sociedade moçambicana. Estas soluções devem ser sustentáveis a nível económico, social, cultural e ambiental”, frisou Louis Pelembe.


O governante convidou os docentes e investigadores da Universidade Politécnica para, “em parceria com os nossos quadros, desenvolverem programas de investigação  e expedições científicas nos distritos, de modo a observarem de forma participativa os problemas enfrentados pelas nossas comunidades”.

 
Por seu turno, o Reitor da Universidade Politécnica, Lourenço do Rosário, agradeceu ao ministro de Ciência e Tecnologia por considerar a sua instituição como um parceiro importante no desenvolvimento da ciência, tecnologia e do conhecimento no nosso país.


“A Universidade Politécnica tem uma grande desvantagem naturalmente no contexto da filosofia, da actuação no processo de desenvolvimento,   por ser uma universidade privada, pois muitas vezes não tem tido espaço de actuação que possa atingir como se fosse uma entidade pública. Nós temos tentado encontrar formas de tornear esta situação. Por isso, quero agradecer por esta oportunidade”, finalizou Rosário. 


Refira-se que o presente memorando tem por finalidade capacitar e promover inovações, fornecendo apoio estruturado de serviços a micro, pequenas e médias empresas, promover o empreendedorismo, estabelecer incubadoras de negócio, com base em Tecnologias de Informação e Comunicação,   contribuir para a criação de empregos, apoiar a introdução de novos produtos, formação de quadros nacionais, entre outros aspectos.

 

Entretanto, ainda com o mesmo objectivo, aquela instituição governamental rubricou um outro memorando de entendimento com a Universidade Eduardo Mondlane (UEM).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo