DestaqueEm Foco

MUDANÇAS NO SNE: Exame na 6.ª classe e um professor para seis disciplinas

Os alunos da sexta classe vão passar a ser submetidos a exames escolares a partir do próximo ano lectivo. A medida que o Governo pretende introduzir está inserida no cumprimento da Lei n.° 18/18, de 28 de Dezembro, do Sistema Nacional de Educação (SNE), que impõe mudanças na estrutura educativa no país.

Nos últimos 17 anos foram executadas diversas reformas, nomeadamente, Ciclos de Aprendizagem, Ensino Básico Integrado, Currículo Local, Distribuição de Professores, Progressão por Ciclos de Aprendizagem, Línguas Moçambicanas, Língua Inglesa, Ofícios, Educação Moral e Cívica e Educação Musical.

No entanto, estas medidas nunca foram bem recebidas pelos encarregados de educação, bem como por organizações da sociedade civil, por entenderem que deformam as crianças.

Aliás, as autoridades decidiram recuar na implementação daquelas reformas, porque um estudo concluiu que as crianças têm dificuldades de leitura, escrita e contagem, por causa da sobrecarga de disciplinas, conforme esclareceu Ismael Nheze, director geral do Instituto Nacional de Desenvolvimento de Educação.

Na verdade, as mudanças do sistema de ensino, sobretudo no geral, e de Formação de Professores, são frequentes no país. Praticamente de cinco em cinco anos o Ministério da Educação introduz um novo modelo de ensino no ensino primário.

Com efeito, o novo dispositivo legal determina ainda que, a partir de 2022, a sexta classe passa a encerrar o ciclo primário e a sétima classe a abrir o ciclo secundário.

As mudanças no sistema de educação compreendem que cada nível de ensino passará a ser dividido em dois ciclos, compostos por três classes. Assim sendo, o primeiro vai da 1.ª à 3.ª classes e o segundo integra a 4.ª, 5.ª e 6.ª classes. Leia mais…

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo