Em Foco

Menor violada até à morte

Uma menor de apenas quinze anos de idade encontrou a morte na noite da quarta-feira ùltima depois de ser espancada e violada sexualmente por um grupo de malfeitores ainda a monte.

 

O caso deu-se por volta das 21 horas, quando a vítima regressava da escola. Trata-se de Essíta Mapossa, de 15 anos de idade, natural de Munhinga, interior do distrito de Sussundenga, que foi interpelada por malfeitores a 50 metros da sua casa, no bairro Josina Machel, segundo deu a conhecer uma fonte familiar.

A mesma fonte disse que se presume que os malfeitores tenham tapado as narinas e a boca da menina, quando acontecia a violação, o que resultou na sua morte imediata.

Essíta Mapossa via-se na obrigação de percorrer, à noite, uma distância de cerca de dez quilómetros para escola, onde frequentava a 11ª classe, e saía da mesma por volta das 22:45 horas, numa altura em que os transportes semi-colectivos já não circulam.

O corpo da finada foi achado na manhã do dia seguinte por volta das 5.00 horas num quintal próximo do local do crime. Cidadãos ouvidos no local do incidente deploraram o acontecimento, afirmando que estes actos são também incentivados por falta de iluminação pública naquela zona, por isso os meliantes aproveitam a calada da noite e a densa escuridão para cometerem estas barbaridades.

Aliás, quase todas as vias daquele bairro enfrentam o problema da falta de iluminação pública. Entretanto, o líder do bairro Josina Machel, Zaino Issa Valgy pede a reactivação do conselho de policiamento comunitário, intensificação de patrulhas por parte da Polícia da República de Moçambique e a recolocação da energia eléctrica para combater crimes naquela zona residencial.

A Polícia da República de Moçambique (PRM), em Manica através do seu porta-voz, Belmiro Mutadiwa, disse que a corporação está trabalhar no sentido de neutralizar os malfeitores para responsabilização criminal. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo