Em Foco

LAM forma mais pilotos

A empresa Linhas Aéreas de Moçambique (LAM) está a apostar na formação de novos pilotos, como forma de responder ao desafio de expansão da oferta de serviços no mercado da aviação.

Com efeito, e no quadro da celebração do seu 33º aniversário, celebrado no passado dia 15, a companhia aérea de bandeira nacional anunciou que um grupo de 10 jovens encontra-se em fase avançada de formação numa academia de aviação na vizinha África do Sul.

Segundo disse a administradora-delegada da LAM, Marlene Manave, outros cinco pilotos do sexo feminino deverão passar a integrar a frota da companhia em Setembro próximo depois de concluírem a sua formação numa academia da Etiópia.

Ainda no capítulo da capacitação, esta semana deverá ter terminado a formação básica de 17 técnicos de manutenção de aviões, acção que foi ministrada em Maputo por especialistas da Academia de Formação da Etiópia.

A administradora Marlene Manave desafiou os jovens de Tete e de Nampula a prepararem-se para integrar a tripulação de cabina da subsidiária “MEX” nas suas operações a partir daqueles pontos do país.

Manave destacou ainda que os projectos de desenvolvimento no país e a abertura do espaço aéreo regional levaram a LAM a adequar a sua estratégia à actual conjuntura, caracterizada pela demanda no mercado doméstico e pela forte concorrência no mercado da região.

Por outro lado, apontou que o plano de modernização, ampliação e expansão da frota que está a decorrer constituem a demonstração da capacidade da empresa em responder ao desafio que é imposto no mercado da aviação civil, assim como na busca de soluções sustentáveis para as necessidades que os clientes manifestam.

Refira-se que, nos últimos cinco anos, a LAM registou um crescimento significativo da sua frota de aviões, tendo passado de seis aeronaves em 2008 (quatro Boeings 737-200 e dois “J41”) para 12 unidades mais modernas, designadamente um “Boeing 737-500”, três “Embraers 190”, três “Bombardiers Q-400”, dois “Embraers 145” e três “Embraers 120”.

Pela passagem dos 33 anos da LAM, o Conselho de Administração da empresa organizou uma cerimónia de homenagem aos trabalhadores que completam 20, 25 e 30 anos de serviço, como forma de reconhecimento pelo trabalho que têm realizado em prol do crescimento daquela companhia.

Em Setembro cinco pilotos do sexo feminino deverão passar a integrar a frota da companhia depois de concluírem a sua formação numa academia da Etiópia.

Dez jovens encontram-se numa fase avançada de formação numa academia de pilotos na  África do Sul.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo