Em Foco

EMATUM oferece peixe a doentes no José Macamo

Cerca de trezentos quilogramas de atum foram oferecidos há dias pela EMATUM ao Hospital Geral José Macamo.

O produto, oferecido por ocasião do Natal e festa do final do ano, faz parte do primeiro lote do atum  pescado nas águas moçambicanas pela Empresa Moçambicana de Atum (EMATUM).

A cerimónia de entrega do atum foi dirigida pela directora-geral da EMATUM, Cristina Matavele. Na ocasião, ela disse que “estamos a proceder à presente entrega de atum aos doentes do Hospital José Macamo como forma de contribuir não só para a quadra festiva, assim como para a dieta alimentar. Estando a EMATUM sediada em Maputo, julgamos pertinente fazer algo pelas instituições da mesma cidade”.

Leila Monteiro, directora do Hospital José Macamo apreciou com agrado o gesto e afirmou que “o peixe que hoje recebemos vai contribuir na dieta dos doentes. Durante a quadra festiva temos a situação sob controlo em termos de alimentação”.   

A Empresa Moçambicana de Atum iniciou, este mês, a título experimental, as operações de pesca. A ocasião serviu para municiar a tripulação moçambicana de técnicas de pesca de palangre de superfície, também conhecida como “long line”. Trata-se de uma modalidade de pesca considerada amiga do ambiente por ser selectiva.  

A primeira operação de pesca da EMATUM confirmou a viabilidade económica do negócio, até aqui realizada por embarcações estrangeiras, sem qualquer possibilidade de fiscalização por parte das autoridades moçambicanas.

A EMATUM foi constituída para permitir que os moçambicanos beneficiem dos recursos que o país dispõe, quer através da disponibilização no mercado nacional do pescado de alta qualidade, a preços acessíveis, quer através do aumento das receitas. 

Em breve, a Empresa Moçambicana irá colocar em actividades nove embarcações, de um total de vinte e quatro que constituem a sua frota. Deste modo, a EMATUM terá capacidade para alargar a solidariedade, fornecerá proteínas saudáveis a mais unidades sanitárias, orfanatos e centros de acolhimento de idosos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo