Em Foco

Deputados visitam Centro de Reclusão de Ndlavela

A Presidente da Comissão dos Assuntos Sociais, do Género e Ambientais (CASGA), Conceita Ernesto Xavier Sortane, considera que o Centro de Reclusão Feminino de Ndlavela, localizado no 

Município da Matola, “está num bom caminho e o processo correccional das reclusas é desejável”.

A deputada Sortante, que falava durante uma visita de trabalho que a CASGA efectuou, terça-feira última, ao Centro de Reclusão Feminino de Ndlavela, explicou que sendo esta Comissão Especializada que lida com os assuntos do género, escalou aquele centro para acompanhar de perto como é que as mulheres que ali se encontram vivem e perceber como a sua correcção decorre naquele lugar.

 “Tivemos oportunidade de ver as camaratas onde as reclusas praticamente vivem que estão limpas”, afirmou a Presidente da CASGA, salientando que “vimos outras instalações que têm a ver com o dia-a-dia das reclusas e sentimos que, em termos de instalações, o centro está bem” , disse Sortane.  

A Deputada Sortante acrescentou que “em termos de saúde e higiene não restam dúvidas que há um bom desempenho e o atendimento de crianças das reclusas, também é saudável”.

Dirigindo-se as reclusas, a Presidente da CASGA deixou uma mensagem de conforto, ao afirmar que “as vicissitudes da vida é que nos fazem estar aqui, mas o mais importante neste momento é olhar para frente, de forma a cumprir as nossas penas e quando sairmos daqui, nunca mais voltarmos”.

O Centro de Reclusão Feminino de Ndlavela tem uma capacidade para albergar 300 reclusas e conta actualmente com 137 reclusas, deste número 15 são estrangeiras. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo