Em Foco

BHP Billiton e diplomatas solidarizam-se com as vitimas das cheias

A BHP Billiton Comunidades Sustentáveis entregou há dias um total de 500 mil dólares americanos à Cruz Vermelha de Moçambique, com o objectivo de ajudar aquelas famílias que viram as suas

 casas inundadas e arrasadas com as águas das chuvas que têm vindo a cair no país.

O país conta actualmente com vários centros de reassentamento abertos nos diferentes pontos do país com maior destaque, para as províncias de Gaza, Zambézia e Sofala.

A entrega do valor monetário daquela empresa foi testemunhada  pelo presidente da MOZAL, Danie Murray e pelo primeiro vice-presidente da Cruz Vermelha de Moçambique (CVM), Xavier Júnior.

Danie Murray referiu, durante a cerimónia da entrega da doação, que o pensamento da sua direcção está direccionado à vida daquelas famílias que dia-após-dia estão sujeitos há vários males devido a perda de seus bens. “Esperamos que esta doação possa ajudar as comunidades em Maputo e em outras regiões do país”, disse.

Entretanto, a Associação dos Diplomatas de Moçambique (ADIMO) canalizou também na última quinta-feira um total de 150 mil meticais ao Instituto Nacional de Gestão das Calamidades (INGC) para as vítimas das cheias e inundações que se verificando em diferentes pontos do país. Os diplomatas referiram que pretendem com aquele valor monetário contribuir na melhoria de vida das vítimas daquela calamidade que deixou muitos moçambicanos sem tecto e semalgo para o sustento.

Geraldo Chirinza, da ADIMO, garantiu ao INGC que as contribuições vão continuar naquela associação, visto que a entrega do valor monetário não significa o fim de sofrimento dos afectados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo