DestaqueEm Foco

35 anos sem Samora Machel

O país assinala esta terça-feira 35 anos da morte do primeiro Presidente de Moçambique, Samora Moisés Machel, vítima de acidente aéreo quando a aeronave presidencial que o transportava despenhou nas colinas de Mbuzini, República da África do Sul.

Machel regressava de mais uma cimeira dos Chefes de Estado dos países da então Linha da Frente, havida na cidade zambiana de Mbala.

Foi a 19 de Outubro de 1986 que o avião Tupolev 134, de fabrico soviético, despenhou nas colinas de Mbuzini devido à emissão de falsos sinais de rádio, que fizeram com que o piloto, que também morreu no acidente, baixasse de altitude, julgando estar em direcção ao Aeroporto Internacional de Maputo.

Desde então, sempre que chega 19 de Outubro, os moçambicanos, sobretudo, os residentes nas áreas circunvizinhas de Mbuzini, nomeadamente, Namaacha e Ressano-Garcia, deslocam-se ao local de despenhamento do avião para homenagear o fundador do Estado moçambicano. Leia mais…

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo