Editorial

PR no Botswana e SAMIM

Dois acontecimentos marcaram a semana finda, nomeadamente a visita do Chefe de Estado, Filipe Nyusi, ao Botswana e a transição da Missão da SADC em Moçambique (SAMIM) do cenário 6 (Capacidade de Desdobramento Rápido) para o cenário 5 (Força Multidimensional), com um mandato robusto.

A visita do Presidente da República ao Botswana é de grande simbolismo e de demonstração de amizade entre os dois povos que se consubstancia, entre outras vias, pelo apoio militar que aquele país presta no combate ao terrorismo na província de Cabo Delgado, integrado na Missão Militar da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral para Moçambique (SAMIM).

A solidariedade entre moçambicanos e tswanas data dos primórdios da luta pela Independência Nacional de Moçambique e cimentou-se, de forma indelével, com o estabelecimento, em 2004, da missão diplomática de Moçambique em Gaborone e da missão diplomática do Botswana em Maputo, em 2012.

A inauguração do Museu Samora Machel, no município de Lobatse, na passada quinta-feira, que contou com a presença do Presidente Filipe Nyusi e do anfitrião, Makgweetsi Masisi, foi, por assim dizer, mais uma página dourada tricotada entre os dois países. Leia mais…

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo