Editorial

Aposta no Homem

Paulatinamente, está a concretizar-se o sonho da capacitação das Forças de Defesa e Segurança (FDS) de Moçambique para lidarem com os desafios presentes e futuros, com realce para o combate ao terrorismo, fenómeno que desde 2017 desgraça uma parte da província de Cabo Delgado.

Além de assassinatos, o terrorismo, protagonizado por gente sem rosto, é caracterizado pela destruição de infra-estruturas públicas e privadas, para além do saque dos bens da população, o que, em última análise, prejudica toda a economia.

Felizmente, há bons sinais, em termos de devolução da tranquilidade aos distritos mais afectados, nomeadamente Mocímboa da Praia, Palma e Macomia, graças à conjugação de esforços entre tropas nacionais e estrangeiras (da SADC e do Ruanda), além da chamada força local, que integra os combatentes da luta de libertação nacional. Leia mais…

Artigos Relacionados

Veja Também
Fechar
Botão Voltar ao Topo