DestaqueEconomia

Um orçamento virado para retoma da economia

A proposta do Plano Económico e Social e Orçamento do Estado (PESOE) para 2022, aprovada na generalidade na sexta feira, em Maputo, pela Assembleia da República, representa 450,6 mil milhões de meticais.

O Governo, liderado pelo Primeiro-Ministro, Carlos Agostinho do Rosário, esteve sexta-feira no parlamento para fazer aprovar uma proposta vista como solução para alavancar a economia depois de quase alguns anos praticamente dormente, devido a combinação de diversos factores com destaque para calamidades naturais, ataques armados nalguns pontos do Centro e Norte de Moçambique e, recentemente, a pandemia da Covid-19.

Com efeito, o documento aprovado, prevê, para 2022, um crescimento do Produto Interno Bruto na ordem de 2,9 por cento, contra 1,5 por cento do presente ano.

As previsões iniciais para 2021 apontavam para um crescimento de 2,1 por cento, mas por causa da pandemia, esta perspectiva foi revista em baixa para 1,5 por cento.

Neste contexto, para os sectores sociais – tidos como determinantes para o crescimento económico – nomeadamente Educação, Saúde e Protecção Social, estarão disponíveis 100,5 mil milhões de meticais, enquanto o sector agrário e respectiva cadeia de valor irá receber 47,3 mil milhões.

Às Forças de Defesa e Segurança caberão 37,9 mil milhões de meticais. As infra-estruturas públicas e a reconstrução de Cabo Delgado vão consumir 32,9 mil milhões e 12 mil milhões, respectivamente.

Segundo o ministro da Economia e Finanças, Adriano Maleiane, na área dos salários e remunerações dos funcionários e agentes do Estado serão alocados 147,7 mil milhões de meticais. Leia mais…

Texto de Angelina Mahumane
angelina.mahumane@snoticias.co.mz

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo