Economia

Cresce desempenho da economia

Dados finais divulgados recentemente na província de Niassa, referentes ao exercício do ano passado, 2012, indicam que o desempenho da economia cresceu 

em 14.7 por cento, ao passar dos cerca de 11 mil milhões de meticais, em 2011, para 12.65 mil milhões.

 

Esta informação foi dada a conhecer no decurso do II Conselho de Coordenação do Governo Provincial de Niassa, realizado há dias, durante o qual, o governador provincial, David Ngoane Malizane, anunciou, igualmente, que a produção de alimentos registou, no mesmo período, um crescimento de sete por cento, ao alcançar 1.062 mil toneladas contra as 991.183 de 2011.

Outro motivo que encoraja o Executivo de Niassa está relacionado com a capacidade de colecta de receita, que atingiu, em 2012, os 441 milhões de meticais, superando em 150 por cento a meta fixada, que é de 280 milhões de meticais. Esta cifra, de acordo com Malizane, representa um crescimento em 55 por cento comparatiovamente aos 271,8 milhões de meticais conseguidos em 2011.

No seu discurso de abertura, Malizane convidou todos os dirigentes no sentido de contagiar a população a produzir mais alimentos por forma a que a meta de um milhão e cem mil toneladas de alimentos estabelecida para este ano seja superada, permitindo desta feita que as adversidades originadas pelas calamidades naturais que se registam em alguns cantos de Moçambique tenham uma resposta na nossa província, onde as condições climatéricas são consideradas “excelentes”.

Malizane deu aconhecer que o Orçamento do Estado para a província de Niassa é de 3.678,45 mil milhões de meticais, ou seja, 25 por cento do orçamento de 2012, sendo que o Orçamento atribuído aos distritos, no âmbito da política de descentralização, cresceu, este ano, em 32 por cento comparativamente ao ano passado.

“Acreditamos que esta descentralização atribui também maior responsabilidade aos quadros a todos os níveis, onde se estimula a corecta aplicação dos procedimentos de gestão financeira dos fundos do Estado e a melhoria do processo de planificação e orçamentação”, sublinhou o governador de Niassa, que apelou a necessidade do reforço da coordenação, trabalho em equipa e a consulta permanente entre os vários actores que trabalham em prol do bem-estar do povo.

Em conferência de imprensa, Eusébio Maurício Tumuitikile, prota-voz do referido encontro, disse que a reunião apreciou com satisfação a contribuição das Organizações Não-Governamentais nacionais e internacionais, as quais, segundo afirmou, tanto têm feito para o combate à pobreza, principalmente no que diz respeito às áreas da Saúde e Edcação, onde a sua presença se faz sentir com maior acuidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo