Economia

Câmara de Comércio relança cooperação com Botswana

O Alto Comissário do Botswana, Thuso G. Ramodimoosi, visitou e reuniu, há dias,  com o novo Conselho Directivo da Câmara do Comércio de Moçambique. O encontro que teve como agenda o relançamento da cooperação entre os dois países teve lugar na sede da Câmara do Comércio de Moçambique.

Julião Dimande e Arlindo Duarte, Presidente e Vice-Presidente da Câmara do Comércio recentemente eleitos, discutiram com o diplomata de Botswana as oportunidades de investimentos nas diversas áreas.

O actual  Conselho de Direcção da CCM aposta numa abertura da câmara para que todos façam parte. Aliás, em busca da nova face e integração das Pequenas e Médias Empresas, foi assinado um memorando de entendimento entre a Câmara do Comércio de Moçambique e o  IPEME- Instituto para a Promoção de Pequenas e Médias Empresas.

O IPEME estava representado pelo respectivo Duirector, Claire Zimba, enquanto  a Câmara fez-se representar pelos presidente, Julião Dimande.

ÁREAS DE COOPERAÇÃO

As  Relações Diplomáticas entre Moçambique e Botswana datam do período antes da Independência. No geral,  Moçambique tem dez Memorandos de Entendimentos assinados com Botswana que definem a sua cooperação.

As áreas de cooperação entre os dois países são: Transporte e Comunicação( projecto tripartido Moçambique-Botswana-Zimbabwe para a construção do porto de águas profundas e transporte ferroviário de grande porte em Techobanine, a sul de Maputo. O Botswana pretende construir um pipeline a partir deste porto, mas ainda não se sabe qual será o investimento necessário para esse efeito, sabendo-se, até agora, dos sete biliões de dólares que serão necessários para a construção do porto e linha-férrea).

Ao nível da agricultura , Moçambique tem recebido do Botswana vacinas para o combate à febre aftosa, conforme estipulado no memorando de entendimento assinado entre os governos moçambicano e tswana.

No Turismo,  a parte moçambicana tem ainda o compromisso de criar condições para o transporte e recepção em território nacional de quinhentos elefantes oferecidos pelo governo do Botswana. 

Por sua vez, Moçambique serve de corredor  para o transporte de combustíveis e produtos destilados, exporta artigos de madeira e a madeira, citrinos e fornece energia para o Botswana. 

A cooperação bilateral entre dois países ainda é baixa com tendência em aumentar, uma vez que em 2014 rondou em média um pouco mais de valor 2.434.000 dólares. No momento, encontram-se em avaliação todas áreas de cooperação com vista o cumprimento dos memorandos de entendimento, nomeadamente: agricultura, finanças, saúde, meio ambiente, investimentos, energia, defesa, transportes e comunicações, obras públicas e turismo.

IPEME assina acordo

de parceria com a câmara

O Instituto para a Promoção de Pequenas e Médias Empresas, assinou recentemente um memorando com a Câmara de Comércio de Moçambique (CCM).

O memorando foi assinado por  Julião Dimande( presidente da CCM) e   Claire Zimba (Director do IPEME).

A cerimónia teve lugar na sede da CCM- Clube dos Empresários.

O memorando assinado é um instrumento que preconiza a promoção de sinergias no melhoramento da coordenação de acções e garantir a utilização racional dos recursos de que cada instituição dispõe por forma a tirar o máximo benefício. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo