DestaqueNacional

TRANSPORTE URBANO: Mais de mil semicolectivos aguardam pelo subsídio

Mil e duzentos transportadores semicolectivos de passageiros, vulgo “chapa”-100, que operam na zona de Grande de Maputo, ainda estão a espera de receber o subsídio do mês de Julho.

A informação foi facultada, há dias, pelo presidente da Federação Moçambicana dos Transportadores Rodoviários (FEMATRO), Castigo Nhanale, que apontou que a situação está a preocupar os “chapeiros”.

Segundo Castigo Nhanale, a FEMATRO entregou em Julho à Agência Metropolitana de Maputo (AMT) uma lista composta por 1700 transportadores semicolectivos de passageiros, com vista a beneficiar da compensação, anunciada recentemente pelo Governo.

No primeiro mês, Julho, foram subsidiados apenas 500 “chapeiros”. Nos últimos dois meses, nomeadamente Agosto e Setembro, nenhum dos 1700 “chapeiros” beneficiou da compensação.

O presidente da FEMATRO disse que a situação é complicada para os transportadores porque a Agência Metropolitana de Maputo não consegue dizer quando é que os operadores terão o dinheiro nas suas contas.

“Na terça-feira reuni-me com o presidente do Conselho de Administração da AMT. Quis saber porque é que o subsídio não está a chegar aos beneficiários. Respondeu-me que a sua direcção não tem dinheiro”, referiu. Leia mais… 

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo