DestaqueSociedade

PRM diz estar a trabalhar para esclarecer rapto em Manica

A Polícia da República de Moçambique (PRM) confirmou ter- -se registado, por volta das 18:20 horas de quinta-feira, o rapto de um empresário, na cidade de Chimoio, província de Manica.

Segundo o porta-voz do Comando Provincial da PRM, em Manica, para o esclarecimento do crime foi criada uma equipa composta por membros da corporação e do Serviço Nacional de Investigação. Neste momento trabalha-se no sentido de localizar a vítima e devolvê-la ao convívio familiar, para além de deter os protagonistas do crime para posterior responsabilização pelos órgãos de administração da justiça.

Em contacto com o domingo, Mateus Mindú detalhou que o grupo de três malfeitores, ainda a monte, munidos de arma de fogo do tipo pistola, introduziu-se na residência da vítima, ameaçou o guarda e levou o empresário para parte incerta.

Entretanto, em Maputo, o Serviço Nacional de Investigação Criminal (SERNIC) diz ter já identificado o suposto mandante do rapto do empresário Muhammed Anwar, registado no passado dia 30 de Junho do ano corrente, na capital do país.

O porta-voz do SERNIC a nível da cidade de Maputo, Hilário Lole, deu estas informações, na sexta-feira, na capital do país, durante a apresentação dos dois indivíduos indiciados de serem executores do rapto do empresário.

Segundo a fonte, a Polícia apreendeu também duas viaturas que supostamente teriam sido usadas durante o crime.

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo