DestaqueNacional

Niassa quer reduzir importação do óleo alimentar

A província do Niassa poderá ver reduzida a importação do óleo alimentar com a inauguração esta tarde, na cidade de Cuamba, de uma fábrica de extração e refinação do óleo alimentar, com capacidade de produzir 8.200 litros por dia e 3 milhões por ano, acto dirigido pelo Presidente da República, Filipe Nyusi.

Trata-se de um empreendimento avaliado em cerca de 3 milhões de dólares norte americanos (perto de 183 milhões de Meticais) investidos pela Sociedade Algodoeira do Niassa (Grupo João Ferreira dos Santos), em parceria com o governo central, no âmbito do Programa Industrializar Moçambique.

Em discurso de ocasião, o Chefe do Estado afirmou que a iniciativa enquadra-se nos esforços em curso de reduzir as perdas que se verificam na produção das culturas de algodão e soja, para além  da consolidação da cadeia de valor com a inclusão do sector familiar.

Refira-se que a produção do algodão e soja está a ser impulsionada pelo Programa Sustenta, cujos dados apontam para mais de 30 mil toneladas.   

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo