DesportoDestaque

Ferroviário da Beira na BAL

Moçambique vai ter pela segunda vez consecutiva uma equipa na Basketball Africa League (BAL). Trata-se do Ferroviário da Beira que garantiu a qualificação para a segunda edição da prova, a disputar-se em Março do próximo ano.

Os “locomotivas” de Chiveve asseguraram a vaga depois de derrotarem, num jogo bastante sofrido, o anfitrião Cape Town Tigers por 77-75, em pleno Wembley Arena, Joanesburgo (África do Sul), em jogo das meias-finais da Divisão Este de acesso à BAL.

Os “verdes-e-branco” juntaram-se ao Cobra Sport, que derrotou na outra meiafinal, o New Star por 78-76. Os “locomotivas” sucedem o seu homónimo de Maputo, que participou na primeira edição disputada em Maio deste ano, em Kigali, Ruanda, na qual ocupou o quinto lugar.

Nesta fase o treinador espanhol contou com os seguintes atletas: Helton Ubisse, Wiliam Perry, Jermell Kennedy, Ismael Nurmmad, Elves Honwana, Alberto Senda, Orlando Novela, Ermelindo Novela, Egídio Zandamela, Armando Baptista, Ayad Marques e Aston Mofunanya, este último impedido de jogar por razões burocráticas. O afro-americano tem passaporte nigeriano, com o qual joga na França, mas a entidade que gere o basquetebol mundial considerou-o americano. Sucede que para esta prova só são permitidos dois atletas africanos e dois estrangeiros que não sejam africanos, espaço preenchido por William Perry e Jermell Kennedy, norte-americano e canadiano, respectivamente.

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo