Desporto

Taça da Liga BNI dentro de dias

Arranca no próximo mês de Julho a primeira edição da Taça da Liga, ou simplesmente Taça BNI, no quadro duma parceria estabelecida entre a Liga Moçambicana de Futebol (LMF) e o Banco Nacional de Investimento.

Trata-se duma competição há muita desejada e projectada pela direcção da LMF, que finalmente encontrou um parceiro para materializar a competição.

Tomarão parte no torneio os 14 clubes participantes na prova rainha, o “Moçambola”, os quais, vão cruzar-se num sistema de eliminatórias até se apurar o vencedor.

Segundo o definido, na primeira ronda, a ser disputada em três zonas correspondentes às regiões do país (sul, centro e norte), ficarão de fora o campeão e vice-campeão nacionais em título, nomeadamente Liga Desportiva de Maputo e Ferroviário de Nampula.

 Das doze equipas em prova nessa fase, serão apuradas seis que se juntarão às duas retromencionadas, jogando-se ai a fase dos quartos-de-final, seguindo as meias-finais e a final a ter lugar em Outubro no Estádio Nacional do Zimpeto.

O presidente da LMF, Alberto Simango Jr., disse momentos após rubricar o Memorando de Entendimento com a direcção do BNI que a realização da Taça da Liga é o culminar dum sonho antigo e um desafio que o seu elenco se propôs a realizar no seu manifesto eleitoral.

É com enorme satisfação que chegamos a este ponto. É um facto histórico no nosso país. A Taça da Liga é um dos grandes objectivos que nos propusemos a realizar no nosso manifesto eleitoral. As equipas terão oportunidade de demonstrar o seu valor competindo mais e ganhando prémios– disse Simango Jr.

O dirigente revelou que o acordo visa proporcionar três edições da prova, designadamente 2015, 2016 e 2017. Qualificou de “extremamente importante” o contributo do BNI para o crescimento do futebol nacional.

Desejamos que os clubes tirem o maior proveito desta prova. Acreditamos que esta prova vai melhorar anualmente. Cada clube terá dois pares de equipamento exclusivo para a Taça BNI– observou.

Por sua vez, Tomás Matola, Presidente do Conselho da Comissão Executiva do BNI, disse que aquela instituição acredita na força do futebol por isso se juntou ao projecto.

“A grande particularidade e atractividade desta prova será a forma de premiação monetária das equipas e dos melhores jogadores. As equipas vencedoras e os melhores jogadores de cada jogo serão premiados, sendo que, as equipas vencidas, também receberão um prémio de participação”, disse aquele gestor.

O BNI é um banco de desenvolvimento e de investimento detido pelo Estado moçambicano, cuja missão é de apoiar e impulsionar o desenvolvimento do país através do aconselhamento e financiamento de empresas e projectos com impacto económico e social na população.

Os prémios a serem atribuídos aos clubes e jogadores serão anunciados brevemente no decorrer da gala de lançamento do torneio, que será a terceira maior prova depois do “Moçambola” e Taça de Moçambique.

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo