Desporto

“ Nacional” de boxe custa 600 mil meticais ao Estado

O Estado, através do Fundo de Promoção Desportiva (FPD), disponibilizou seiscentos e sessenta e sete mil meticais e cinquenta centavos (667.050Mt) para a organização do Campeonato Nacional de

 Boxe de 2012, ora sucessivamente adiado por falta de verba orçamental. Com o valor se vai financiar o transporte e alojamento para atletas, treinadores e delegados das províncias de Nampula, Sofala, Manica, Gaza, Inhambane a Maputo, mais as despesas inerentes a compra de medalhas e para gastos pontuais.

A prova, em masculinos e femininos, vai decorrer no ginásio da Escola Industrial e Comercial da Matola, nos dias 8,9 e 10 de Março, das 14 horas em diante. O Transporte do local de alojamento, Centro da OMM da Machava, para os recintos dos combates, estará a cargo das autoridades municipais da Matola, assim como alimentação.

A pesagem é no dia 8 de Março, 9 horas, no Centro da OMM da Machava local onde vão decorrer também as inspecções médicas e reunião técnica.

Em princípio a província de Nampula deverá trazer sete atletas, um delegado, nesse caso o presidente da associação provincial, e um treinador, Inhambane dois atletas, Gaza um, Sofala 5 (ou três, já que naquela província escasseiam pugilistas) e Manica (cinco)..

A Cidade de Maputo far-se-á representar com os campeões e vice-campeões de 2012 nas categorias de 49, 52, 56, 60, 64, 69, 75, 81, 91 e mais de 91kg, em masculinos. E nas categorias de 60, 64 e mais de 64 kg, em femininos.

Os combates masculinos terão a duração de três assaltos de três minutos cada, com um intervalo de um minuto. Os femininos serão de 4 assaltos de dois minutos cada, com um minuto de intervalo.

Dia 11, segunda-feira, será a vez da realização da Assembleia-geral, na qual, para além da prestação de contas do elenco cessante, presidido por Luís Caldeira, será eleito o novo presidente da Federação Moçambicana de Boxe (FMBoxe) e respectivos corpos gerentes.

Tudo aponta que o novo presidente será Benjamim Uamusse (BIG-BEN), que até lá terá apresentado a carta da sua renúncia ao cargo de presidente da Associação de Boxe da Cidade de Maputo, embora já o tenha feito verbalmente.

A avaliar pelo elenco que o candidato Benjamim Uamusse apresenta, o boxe deverá continuar no estado em que se apresenta, dado que tem poucas caras novas capazes de operar mudanças de vulto.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo