Desporto

MOÇAMBOLA: Maxaquene e Desportivo vitoriosos

Os vizinhos Maxaquene e Desportivo de Maputo estão em festa depois de vencerem o Ferroviário de Nampula e Costa do Sol, por 4-1 e 2-1, respectivamente, em partidas da sétima jornada do Moçambola disputadas sexta-feira e ontem, sábado.

Na noite de sexta-feira, no Estádio Nacional do Zimpeto, os “alvi-negros” até estiveram em desvantagem depois de Chawa inaugurar o marcador para o Costa do Sol. Hammed e Mafaite carimbaram a reviravolta da equipa de Artur Semedo, naquela que foi a primeira derrota dos “canarinhos” no campeonato.

MAXAQUENE PASSEOU A CLASSE

Na tarde de ontem, no campo do Afrin, na Matola, só deu Maxaquene num desafio em que a equipa visitante denunciou muitas debilidades a vários níveis, sobretudo no sector defensivo.

A equipa “tricolor” entrou pressionante, baralhando as marcações do adversário, que muitas vezes viu-se à nora e nem conseguia entrar na área de perigo dos anfitriões. Foi no corolário dum domínio evidente que o Maxaquene abriu o activo aos 18 minutos, através de Domingos, que rematou forte a finalizar uma jogada de insistência.

O Ferroviário de Nampula demorou a reagir e só em cima do intervalo criou perigo, quando Vivaldo, bem desmarcado, rematou forte para uma defesa atenta do estreante Yang. Antes, o Maxaquene reclamou golo aos 35 minutos, numa jogada anulada pela equipa de arbitragem, que assinalou fora-de-jogo do dianteiro tricolor.

No regresso dos balneários, o Maxaquene ampliou o marcador através de João, que surgiu completamente isolado na pequena área com apenas o guarda-redes Acácio pela frente.

Os forasteiros aperceberam-se que o assunto era sério e despertaram para o jogo, passando a abordar a partida com maior disponibilidade e rigor na disputa da bola.

Leia mais…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo