Desporto

Livro reforça massificação de xadrez

A Academia de Xadrez da Matola, em parceria com o Ministério da Educação e Desenvolvimento Humano (MEDH), com o patrocínio da Companhia Moçambicana de Hidrocarbonetos (CMH), lançou recentemente o livro de didáctica para aprendizagem de xadrez, de autoria de Mateus Viageiro, mestre nacional e da Federação Internacional (FIDE).

A obra, de 84 páginas, permite as crianças e aos adultos aprenderem com muita facilidade o jogo de xadrez. Nele encontram lindas histórias, jogadas brilhantes, táctica, estratégia e muito mais. Com base no mesmo aprende-se a aceitar as derrotas como lições.

O autor do livro apela aos pais e encarregados de educação para que incentivem os filhos na prática do xadrez, tendo em conta as múltiplas vantagens que oferece.

Na nota de abertura do livro, o patrono da Academia de Xadrez da Matola, Domingos Langa, sublinha o facto de esta segunda edição de dez mil exemplares (a primeira foi em 2010 com apenas mil exemplares), resultar das “constantes solicitações das escolas primárias e encarregados de educação em adquirir conhecimentos básicos do xadrez.”     

Os dez mil livros de xadrez deverão, através do Ministério da Educação e Desenvolvimento Humano, chegar às escolas primárias públicas de quase todo o país, conforme soubemos do patrono da Academia da Matola, Domingos Langa.

Ainda de Langa ficamos informados que “a publicação do livro é no âmbito de massificação da modalidade.” Trata-se de projecto que, para além das escolas primárias, contempla também as Forças Armadas de Moçambique, policias, comunidades juvenis, jornalistas desportivos, etc.”

Langa acrescentou que “com estes livros fica completo o lote das necessidades para o início do projecto sem interrupção.”   

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo