Desporto

Falha coligação

Esteve iminente a coligação das listas de Ângelo Muria e Shafee Sidat. Admitia-se que Shafee Sidat aceitaria integrar o elenco de Ângelo Muria para assumir a pasta de vice-presidente para área 

de Marketing e Investimento ou para a área financeira.  

Num encontro havido entre ambos no recinto do Parque dos Continuadores, onde se localiza a sede da FMA, Shafee terá oferecido alguns lugares do seu elenco a Muria, facto recusado imediatamente. Muria achou que aceitando essa proposta estaria a trair as pessoas com quem tem estado a trabalhar para o futuro da modalidade.

Não havendo coligação, porque ninguém quis ser vice doutro, alguns apoiantes de Muria, que também são de Shafee, se encolheram à espera que os presidentes das associações provinciais não falhem na escolha do futuro presidente da FMA, aquele que possa trazer sangue novo no atletismo para o refrescar da modalidade, que nos últimos tempos não vem respirando bom ar. 

A candidatura de Shafee é pouco misteriosa. Sua campanha foi feita por Sunia, que se apresentava como candidato mesmo sabendo que nunca o seria.

Para que fosse apresentar a sua candidatura, Shafee teve que primeiro ter a certeza de que as pessoas do Ministério da Juventude e Desportos e do Comité Olímpico de Moçambique que o felicitavam pela ideia, o queriam de verdade no cargo de presidente da FMA. E terá recebido dessas pessoas o “siga, conte connosco, estamos juntos, como sempre estivemos, você que muito nos ajuda, sem nada cobrar.”

Curiosamente, algumas das pessoas que juraram fazer algo para Shafee ganhar, terão garantido a Ângelo Muria que fariam tudo para os presidentes das associações votassem nele amanhã.  

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo