Desporto

Espectáculo promissor no Zimpeto

As equipas do Costa do Sol e Liga Muçulmana disputam hoje, a partir das 17:30 horas, no Estádio Nacional do Zimpeto, a final da Taça de Moçambique Mcel em futebol, competição que 

apura o representante do país na Taça Nelson Mandela – Taça CAF.

Quer os “canarinhos”, quer os “muçulmanos”, chegam a esta final depois de ultrapassar adversários de peso e numa altura que se apresentam com elevados índices de confiança, dado os últimos resultados conquistados.

A tradição favorece o conjunto de Diamantino Miranda, porém, Litos pretende entrar a ganhar e tem um grupo capaz de bater qualquer adversário.

Aliás, o treinador “muçulmano” entende que o Costa do Sol é forte, tem jogadores rápidos e fisicamente fortes, mas vai montar uma equipa com o objectivo claro de vencer.

– O Costa do Sol é hoje um conjunto demonstrativo de que para construir uma equipa de futebol leva tempo. O Diamantino fez um bom trabalho, conhecemos as armas fortes deles e vamos jogar precavidos disso.

Engane-se quem entenda precaução por submissão, pois, Litos esclarece que “o nosso desejo é ganhar, não vamos esperar arrastar tempo para poder ganhar. Não é para salvar nada, queremos ganhar o troféu”.

Diamantino também já o disse que o Costa do Sol não pretende salvar a época, até porque nos últimos anos os “canarinhos” não ganharam nada.

– Vamos procurar fazer história. O adversário é forte, sabemos disso, e não vamos dizer que não nos preocupam. Esperamos estar à altura de trazer mais uma taça para as vitrinas do Costa do Sol.

Mambo, pelo Costa do Sol, e Cantoná, pela Liga Muçulmana, perspectivam um bom espectáculo, pois, conforme comungam, as duas equipas estão preparadas para ganhar e vão dar o seu máximo.

Estamos preparados para ganhar. Não é salvação da época, ganhar a taça é um dos objectivos do Costa do Sol, poir é a segunda maior prova do país. O Costa do Sol está forte e demonstramos isso nas últimas jornadas do “Moçambola”, comentou Mambo.

Para Cantoná, “as finais são para serem ganhas e estamos aqui para ganhar. Temos uma equipa mais madura. Estamos mais motivados e confiantes”.

Entretanto, a organização do jogo indica que os portões do Estádio Nacional do Zimpeto vão abrir a partir das 14:00 horas.

Diferentemente das anteriores edições, este ano o acesso é garantido através de recargas da mcel, sendo que uma recarga de 50 meticais dá direito a bilhete na bancada central sombra, e de 20 meticais na bancada central sol e topos.

Sérgio Inglês, representante da Mcel, explicou que “assim decidimos porque acreditamos que podemos levar mais gente a assistir este espectáculo, que, para além do jogo de futebol, terá vários momentos culturais, sendo, por isso, uma ocasião especial para toda família ir ao estádio”.

A empresa patrocinadora vai premiar o vencedor da prova com um montante de 700 mil meticais, enquanto o finalista vencido terá direito a 420 mil meticais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo