Desporto

Costa do Sol e Maxaquene à busca da ressurreição

As equipas do Costa do Sol e Maxaquene entram hoje em campo alimentando esperanças duma ressurreição para atacar a primeira posição actualmente ocupada pela Liga Muçulmana.

Os “canarinhos” estão em franca recuperação e já ocupam a quarta posição, enfrentando hoje o terceiro classificado, HCB do Songo, com 21 pontos.

A equipa agora orientada por Nélson Santos vai jogar num terreno difícil, onde recentemente saíram derrotados Maxaquene e Desportivo.

Vai apitar o desafio o árbitro Ainad Ussene, coadjuvado por Baltazar Nhacume, Salomão José e César Colar (quarto árbitro).

Já o Maxaquene, também com 17 pontos, pretende interromper a sua travessia no deserto na recepção ao Estrela Vermelha da Beira, 10 pontos, igualmente em queda livre.

Os “tricolores” são obrigados a vencer hoje um adversário que às vezes surpreende mesmo fora da Beira. O desafio será dirigido por António Munguambe, assistido por Teófilo Mungói e Zacarias Balói, sendo Luís Jumisse quarto árbitro.

O sexto classificado, Ferroviário da Beira, 16 pontos, recebe seu homónimo de Pemba, 10 pontos, mais motivado com entrada de Arnaldo Ouana no banco técnico.

Considerando as últimas exibições do representante provincial de Cabo Delgado, adivinha-se uma tarde difícil para os anfitriões. Samuel Chirindza será o árbitro principal, coadjuvado por Célio Mugabe, Elina Silva e Manuel Castigo (quarto árbitro).

O Ferroviário de Maputo (12 pontos) tem deslocação complicadíssima a Nacala, onde lhe aguarda um Desportivo (12 pontos) ferido após goleada sofrida no Chibuto jornada passada.

Arlindo Nuvunga vai apitar o encontro, com auxílio de Domingos Macha, Osvaldo de Jesus e Júlio Gonçalves.

Em Quelimane, jogam Ferroviário local e Clube do Chibuto, com 11 e 13 pontos, respectivamente. A turma de Nacir Armando tem sido infeliz nos últimos jogos, enquanto o Clube do Chibuto recupera lugares na classificação.

Equilíbrio em perspectiva numa partida a ser dirigida por Sérgio Lopes, coadjuvado por Júlio Muianga, Raimundo Artur e António Bangueira (quarto árbitro).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo