Desporto

Bolt anuncia fim de carreira para 2017

O homem mais rápido do mundo, o jamaicano Usain Bolt,  vive enorme expectativa de fazer história nos Jogos Olímpicos de 2016, no Rio de Janeiro. Sua preparação para o evento passa por aprender o português para se comunicar melhor, embora não tenha obrigação para o efeito.

 "Prometo melhorar e responder algumas perguntas em português no Rio-2016. Mas agora não dá (risos). Tudo aconteceu da melhor forma possível em mais uma passagem por aqui. O Brasil tem uma energia maravilhosa. É fantástico", afirmou.

O actual bicampeão olímpico nos 100m e 200m livres, no revezamento 4x100m livre e recordista mundial, numa recente estada no Rio de Janeiro, onde participou na arena da Praia de Leme, com tempo de 10.04 segundos, disse que a expectativa é a de repetir a festa nos Jogos Olímpicos, já que o velocista quer o tricampeonato nas provas de 100m, 200m e 4x100m livre. Depois do esperado evento, Bolt deve correr até 2017 e anunciar o fim da carreira.

"Acho que continuo até o fim de 2017. Foi um pedido dos meus patrocinadores. Posso levar a minha performance ao nível mais alto aqui no Rio de Janeiro. Depois? Certamente quero trabalhar na área do futebol. Quem sabe seja bom? Posso tentar. Mas não quero ser treinador e passar pelo sufoco que vejo. Quero ser preguiçoso, aproveitar a vida", vincou. Entre fotos e autógrafos, o jamaicano dançou funk e até arriscou passos de samba.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo