Artes & Letras

Quando a cultura une duas nações distintas

As relações entre Moçambique e China remontam à década 60, altura em que aquele país asiático apoiou a Frelimo na luta de libertação. Vale recordar que a China foi o primeiro país a estabelecer, formalmente, relações diplomáticas com o nosso país logo após a celebração da Independência Nacional, em 1975, abrangendo as áreas de Saúde, Agricultura e Defesa. Mais tarde, estas áreas seriam alargadas até ao domínio económico.

Recentemente, na senda das celebrações dos 70 anos do estabelecimento da República Popular da China, Moçambique, por intermédio de uma delegação de cultura e turismo, encabeçada pelo Ministro do pelouro, Silva Dunduro, participou de uma série de eventos promovidos pelo centro cultural e de comunicações da China.

A estreia moçambicana deu- -se por intermédio da exposição individual de artes plásticas do ministro-artista Silva Dunduro. Os músicos e bailarinos fizeram uma performance que conferiu singularidade ao momento. Leia mais…

Texto de Belmiro Adamugy, em Beijing

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo