Artes & LetrasDestaque

OTIS SELIMANE REMANE: Um moçambicano que conquista Brasil

O seu nome é Otis Selimane Remane, nasceu em Moçambique e cedo despertou a paixão pelas artes. Otis, radicado no Brasil desde 2015, é pesquisador, percussionista, baterista, cantor, compositor e produtor.

Iniciou a sua caminhada musical aos sete anos de idade, em Maputo, tendo transitado por vários instrumentos, entre os quais piano, flauta, percussão, timbila, bateria (seu instrumento principal) e mbira.

Aos 14 anos de idade começou a apresentar-se em “shows” como músico profissional, tendo tocado em diversos locais em Maputo e festivais dentro e fora de Moçambique. Mas foi no ano de 2015 que decidiu abraçar a arte em outros patamares ao escalar Brasil, onde começou a desenvolver vários projectos artísticos ligados à cultura africana e afrobrasileira, tais como o Mbirofonia Duo (grupo de pesquisa que faz releitura da música tradicional do sul de África e mescla com música afrobrasileira). “Cheguei ao Brasil com o intuito de dar seguimento aos estudos com música. Ao chegar, estudei por um ano no Curso de Educação Musical na UFSCAR e depois migrei para UNICAMP em Campinas – SP, onde me formei em Performance em Jazz e Música Popular Brasileira na bateria e actualmente curso o mestrado em Musicologia ‘Mbira solo em Músicas de Mbira’. É um projecto musical que faz a releitura do repertório afrobrasileiro, canções tradicionais moçambicanas e zimbabweanas, etc.”, explica Otis.

Em Moçambique, trabalhou com renomados músicos locais, nomeadamente Jimmy Dludlu, Moreira Chonguiça, Isabel Novella, Cheny Wa Gune, Lenna Bahule, Tanselle, Xixel Langa e outros artistas da nova geração.

 “Sou coordenador do projecto de Intercâmbio Internacional, Tuko Pamoja Brasil, uma parceria entre Noruega, Moçambique e Brasil, que visa o desenvolvimento de lideranças juvenis”. Leia mais…

TEXTO DE FREDERICO JAMISSE
frederico.jamisse@snoticicas.co.mz

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo