Artes & Letras

Falta de dinheiro inviabiliza Djavan

Depois da não realização dos dois concertos programados para os dias 14 e 16 de Fevereiro, em Maputo, do cantor  brasileiro Djavan, a produtora Boa Música  veio a público explicar que os 

espectáculos não se realizaram devido a falta de pagamento do cachet.

“Tínhamos tudo preparado para a realização dos dois concertos. Arrancamos a publicidade só que para o nosso infortúnio, o patrocinador principal cancelou o patrocínio. Muita coisa havia sido avançada. Mas sem dinheiro para pagar parte do cachet, nada poderia ser feito. Os espectáculos foram cancelados e renegociada outra data com Djavan. Assim, teremos os espectáculos mas numa data que brevemente será comunicada à sociedade”, disse Albino Neves, da Boa Música.

 

Repudiando o comportamento da empresa que iria patrocinar, Albino Neves disse: “Estes actos de falta de seriedade por parte das empresas patrocinadoras não só mancham o bom nome do país, assim como comprometem os produtores moçambicanos na relação com artistas estrangeiros. Sabemos que este adiamento dos concertos à última hora criou transtornos a muita gente que havia feito o programa do dia dos namorados a contar com o concerto. Por isso, pelos transtornos causados, a equipa da Boa Música pede as sinceras desculpas aos espectadores. Aos que já haviam adquirido os bilhetes será reembolsado o dinheiro na totalidade, devendo para tal dirigirem-se ao posto de venda onde os adquiriram ou contactar o agente que efectuou a entrega domiciliária”. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo