Assaltantes atormentam Maputo

Uma onda de assaltos e agressões com recurso a armas de fogo e brancas está a assolar a província de Maputo, com destaque para o Posto Administrativo da Machava, bairro Trevo, e localidade de Mahubo, no distrito de Boane. Dos bens privilegiados pelos assaltantes, destaque vai para o roubo de dinheiro, bebidas alcoólicas, bem como bijutarias.

Ao logo da semana que ontem findou, a Polícia da República de Moçambique (PRM), ao nível da província de Maputo, prendeu 18 indivíduos indiciados de vários crimes, dos quais, 10 estão encarcerados na 5ᵅ esquadra da Machava e os restantes no Comando Distrital da PRM em Boane.

O clima que se vive naquelas bandas não é preocupante, onde circular livremente requer cada vez mais atenção.

domingoapurou que os locais de eleição são os estabelecimentos comerciais e residências, onde, com recurso a armas de fogo e brancas, os criminosos arrombam portas, retiram os bens, causando prejuízos avultados.

GADO DE BOANE NA MIRA

O gado bovino e caprino do distrito de Boane volta a ser um dos bens procurados pelos ladrões. Um indivíduo foi surpreendido quando circulava com uma viatura de marca Land Cruzer, transportando consigo quatro (4) cabeças de gado bovino já mortos, que supostamente retirou num dos currais.

Trata se de E. Bule (39 anos de idade), agora nas mãos das autoridades policiais. Segundo contou a nossa equipa de reportagem, tudo começou quando foi contratado por conhecidos, actualmente foragidos, com a promessa de receber 11 mil meticais.

Não tinha documentos e fomos para o local às duas de madrugada. Fui convencido por dinheiro e o carro também é do meu serviço”. contou.

Ainda no distrito de Boane, a PRM prendeu uma quadrilha constituída por 4 indivíduos, supostamente envolvida no crime de roubo de viaturas, motorizada e porte de arma do tipo caçadeira.

O grupo, formado por indivíduos de 16 a 26 anos, confessa os crimes pelos quais está detido: “a ideia era vender a motorizada, juntamente com a arma que roubamos por um valor de 1500MT”, disse Deniz Isabel, menor de idade e um dos membros da quadrilha.

Por outro lado, a PRM apreendeu duas armas, uma do tipo AKM, com um carregador e 20 munições e pistola com carregador e oito munições.

A AKM estava na posse de F. cossa (32 anos) e J. Ngonhama (53 anos), que supostamente usariam a mesma no roubo de viaturas na vizinha África do Sul. Segundo agentes da lei e ordem, a AKM estava na custódia de Ngonhama, guarda numa das quintas do distrito e que alugava a mesma aos supostos meliantes para a prática de actos ilícitos.

A pistola, que já referenciamos, estava na posse de D. Samuel (33 anos), agora a contas com a PRM, indiciado de roubo de uma viatura de marca Corolla e assalto a pessoas e saque de bens.

ROUBOS MARCAM PASSAGEM DE ANO NA MACHAVA

Uma onda de roubos caracterizou a passagem do ano na Machava-sede. Uma mulher, por sinal ex-amante da vítima, teria contratado um grupo de três indivíduos a contas com a PRM, acusados de roubo de 15 mil rands. O caso começou, segundo a polícia, quando Odete A. contratou três indivíduos para efectuarem o assalto a um cidadão, por sinal, ex-marido.

Ainda na Machava-sede, a polícia prendeu três indivíduos acusados de arrombar barracas e de assaltar residências, saqueando bebidas alcoólicas e capulanas. Igualmente, prendeu um jovem acusado de agredir fisicamente outro com recurso a um copo.

Versão-Impressa


Editorial

Boas notícias
domingo, 21 maio 2017, 00:00
A semana que ontem terminou foi fértil em acontecimentos. Por essa razão, decidimos não nos debruçar apenas sobre um e único tema neste Editorial, como é nosso... Leia Mais

Opinião

Desporto

Nacional

Breves

Sociedade

Reportagem

Cultura

Em foco

Temos 342 visitantes em linha

Banca de Jornais

Sociedade do Noticias
  • EconomiaEconomia
  • CulturaCultura
  • DomingoDomingo
  • DesafioDesafio
  • NotíciasNoticias

Conselho de Administração

Bento Baloi Presidente

Rogério Sitoe Administrador

Cezerilo Matuce Administrador