Principal figura da igreja protestante moçambicana, Zedequias Manganhela foi encontrado morto na noite de 10 para 11 de Dezembro de 1972, na cela 6 do pavilhão 7 da cadeia da Machava. 

Segundo a DGS, apareceu enforcado. O suicídio foi, com efeito, a tese oficial apresentada pelas autoridades portuguesas, mesmo depois de um inquérito mandado instaurar pelo governo de Marcello Caetano. Indiscutível é o facto de Manganhela ter sido submetido durante meses a um regime de isolamento total e alvo de prolongada e violenta tortura.

Segundo os historiadores Dalila Cabrita Mateus e Álvaro Mateus (“em Nacionalistas de Moçambique”), o  principal carrasco foi o  inspector Francisco Lontrao, um histórico da PIDE-DGS, que participara na Guerra Civil de Espanha, voluntário nas forças nacionalistas de Franco. A teses do suicídio, porém, é contrariada pela viúva e pelo pastor suíço Marcel Vonnez, seu amigo, vizinho e pastor da mesma igreja. O próprio inquérito, apesar de confirmar o  suicídio, não deixa de referir que ele terá ocorrido “só depois de constante tortura, tratamento comum infligido aos presos da Machava”.

 Nascido em 1912, desde sempre ligado à chamada “Missão Suíça”, era o presidente da Igreja Presbiteriana de Moçambique (IPM). Eram conhecidas as suas relações de amizade e admiração por Eduardo Mondlane, igualmente protestante, fundador e primeiro presidente da Frelimo. Em 1966, num encontro que tiveram em Genebra, Mondlane chegou a convidá-lo para vice-presidente daquele movimento. Manganhela não aceitou o convite, para não comprometer politicamente a igreja de que era o líder e por não se achar com competência para o cargo. Segundo aqueles historiadores, Manganhela tentou convencer Mondlane “a não fazer guerra”, a que este terá respondido que “os colonialistas portugueses não deixariam Moçambique de sua livre vontade”. Na opinião de Marcel Vonnez, que presidiu às cerimonias fúnebres no templo de Khovo, no centro de Lourenço Marques, “certamente que Manganhela queria a libertação do seu povo”.

Pub

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 59,96 61,15
ZAR 4,17 4,25
EUR 68,7 70,06

19.10.201Banco de Moçambique

Mais lidas