Partidos extraparlamentares avaliam de forma positiva o seu desempenho em 2018 e alegam não ter conseguido assentos nas últimas eleições autárquicas, alegadamente, porque os seus votos foram endossados aos partidos parlamentares.

domingo entrevistou três dirigentes de partidos que integram a Coligação Esperança do Povo (E-Povo), os quais consideram 2019 como ano de “tira-teimas” no que diz respeito à sua inserção no xadrez político nacional. 

Para os entrevistados a proliferação de grupos ainda que seja por coligações não ajuda na ascensão ao poder ou pelo menos na conquista de assentos nas assembleias municipais.

Leia mais...

Pub

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 59,96 61,15
ZAR 4,17 4,25
EUR 68,7 70,06

19.10.201Banco de Moçambique

Quem está Online?

Temos 171 visitante(s) ligado(s) ao Jornal