“A fábula de Cristo é de tal modo lucrativa que seria loucura advertir os ignorantes do seu erro” Papa Leão X, (1515-1521)

Quando Jesus, (o Messias) garantiu aos seus seguidores que,em meu nome (…) imporão as mãos sobre os enfermos e eles ficarão curados.” Marco 16.17-18, nunca quisdizer que á custa disso ficariam ricos. Só que, nos dias que correm, está na moda invocar, evocar e avocar o Pobre/Santo nome do Filho do Carpinteiro da Aldeia de Nazaré, do Reino da Judéia, sem mais nem porquê. Debalde! Hoje em dia, qualquer “Chico-esperto” que quiser enriquecer depressa, basta decorar uns versículos bíblicos, saber empreender alguns passes mesméricos e treinar um olhar hipnótico,já pode arrogar-se o título de Profeta, Bispo, Pastor, Iluminado, Feiticeiro e tantos. Basta obter um espacozito, de preferência nos antigos Cinemas, Armazéns ou  Barracões, reinir assinaturas de familiares e amigos, geralmente de cultura baixa, e pronto. O resto é só inventar um nome qualquer, desde que no fim termine com algo relacionado com Jesus. A pergunta que não se quer calar é: Qual Jesus? E a resposta que se impõe e quemuita gente não sabe é que segundo alguns estudiosos da Bíblia o nome “Jesus” ou Yeshua, é uma forma abreviada de Yehoshua, o mesmo que,Josué, e, esse nome era muito vulgar na Judéia, no tempo de Jesus, o Messias. Na altura da sua condenação, havia um Jesus Barrabás,um bandido que fazia parte de um grupo de rebeldes que tinham cometido assassinatos, e foi o tal escolhido para ser liberto em vez de Jesus, o “Messias”. Sobre a variedade do nome “Jesus”, pode-se ler em Mateus 27:17, o seguinte “Então, quando a multidão se reuniu, Pilatos perguntou: Quem é que vocês querem que eu solte: Jesus Barrabás ou este Jesus, que é chamado de Messias?”. Se calhar os actuais ricos Profetas, Bispos, Pastores e quejandos têm no “Jesus Barrabás”, o seu padroeiro, pois o Jesus de Nazaré, Messias, Emanuel e ou Cristo era extremamente POBRE, conforme asseguram-nos os seusquatro “Biógrafos”: Mateus, Marcos, Lucas e João. Estes, dão-nos a saber que Jesus ”o Cristo ou Messias”, filhos dos judeus José, Carpinteiro e da Maria doméstica, todos eles eram uns pobretanas. Nascido provavelmente no ano 6 a.C. em Belém, na província romana da Judéia, numpobre curral de vacas e burros que o aqueceram com os seus bafos nas primeiras horas do seu nascimento. Cresceu, viveu e foi morto como um pobre mortal. De tal maneira viveu na pobreza que nem traje para mudar tinha, sendo a única vestimenta de relativo valor, a sua túnica, que após a sua morte “Repartiram entre si as minhas vestes e sortearam minha túnica”. (Salmos 22:18). 

Por Kandiyane Wa Matuva Kandiya

This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.
Pub

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 59,96 61,15
ZAR 4,17 4,25
EUR 68,7 70,06

19.10.201Banco de Moçambique

Mais lidas