Cerca de 20 minutos depois de o avião descolar no voo TM 1199, das LAM, que fazia o trajecto Lichinga-Maputo, com uma escala técnico-comercial em Nampula, o comandante Johann Scholtz manda que se diga aos passageiros que lotavam por completo os 132 assentos do Boeing 737-500 que entre os viajantes estava uma ilustre figura, o conhecidíssimo escritor Ugunlani Baka Kosa.

Que o escritor fazia naquele mesmo dia, 1 de Agosto (desta vez de 2018), anos (há quem goste que se diga completava…) pelo que pedia que fosse homenageado pelos restantes passageiros, ainda que apenas por aplausos, enquanto o aniversariante recebia uma “ordem” de se por de pé.

O “pássaro” estava no preciso momento a atravessar o distrito de Metarica, usando o rumo que lhe faria passar pela localidade de Nacumua, prestes a saltar o Lúrio, na primeira grande curva que o maior rio moçambicano faz a direita, na sua longa caminhada para a desembocadura na aldeia de Nacahe, em Mecufi, dividindo a província de Nampula com a de Cabo Delgado.

Por Pedro Nacuo
This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.
 
Pub

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 58,39 59,56
ZAR 3,97 4,01
EUR 66,59 67,93

19.08.201Banco de Moçambique