...e se tivéssemos a grelha de programas da TVM, STV e TIM?

A televisão é um meio através do qual nos informamos e formamos. Desde as notícias de hora a hora, os documentários, programas de entretenimento, religião e muitos outros que assistimos e deles absorvemos algo que nos é útil na vida.

 

Doravante, tenho estado atento e expectante numa situação. Actualmente uso a DSTV porque mudei da cidade de Maputo para Matola. Antes usava Tvcabo. Infelizmente, não pude continuar com a Tvcabo porque o sinal não chega lá nas bandas onde vivo. Coisas de tecnologia e que me parece requererem investimento por parte dos provedores.

Mas a minha abordagem hoje não é sobre os provedores dos serviços dos canais de televisão. É mesmo sobre os canais de televisão. Falo concretamente da Televisão de Moçambique, STV, Televisão Independente de Moçambique, Gungu TV, EcoTv, entre outros canais que não têm grelha de programas na DSTV, ZAP, Startimes, Gotv, Tvcabo. Trocado em quinhentas quero dizer, quando tenho o remoto-controlo na mão, sentado no sofá, consigo ver no National Geographic, Fox Life, Odisseia, RTP, SIC, Globo, Record, CNN, BBC, Supersport, entre outros, que às 10h00 estão a dar o programa sobre ambiente, às 11h00 vão exibir um filme, às 15h00 vai passar um documentário sobre Coreia do Norte, às 17h00 haverá futebol. Portanto, há uma grelha de programas que me permite saber o que será transmitido. E, havendo interesse, posso programar o meu decoder para gravar o filme, programa que me interessa, mesmo não estando em casa.

É complicado produzir uma grelha de programas regular de segunda a segunda e entregar à DSTV, Tvcabo, Startimes, Gotv, ZAP? Sou leigo na matéria. Mas vejo que os outros canais o fazem e nos mantêm informados.

Não sei até que ponto nas obrigações dos canais televisivos no que diz respeito às suas obrigações para com o público-alvo é imperioso que se publique a grelha. Será esta uma tarefa do Gabinete de Informação – GABINFO e do Conselho Superior da Comunicação Social? Uma vez mais escrevo que não sei. Apenas manifesto a minha preocupação que acredito ser a de muitos – ver os nossos canais moçambicanos informarem-nos sobre a grelha de programas, como o fazem outros.

Creio que os canais têm uma planilha através da qual guiam-se e até coordenam a produção dos programas quer os em directo assim como os gravados. Tal como os serviços noticiosos, primeiro jornal, telejornal acontecem sempre à mesma hora, julgo que não seria tão difícil organizar os programas conforme as horas em que serão exibidos e submeter aos provedores de serviço com antecedência. Neles até podem inserir as horas em que os programas serão repetidos.

A ocasião faz o ladrão. Por tal, vou manifestar outra preocupação minha em relação ao produto que consumimos. A mim causa impressão quando vejo no primeiro jornal ou telejornal um entrevistado a intervir sem aparecer o seu nome e muito menos o que a pessoa faz. Também acho que é possível melhorar.            

Por FredericoJamisse

This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

 
Pub