NESTE PERÍODO DO ANO: TEMOS MOTIVOS PARA SORRIR!

“A minha maior alegria é saber que os meus filhos vivem de acordo com a verdade” 3João:4

Hoje, por ser o último artigo do ano, permitam-me que só fale de mim. Ou seja, de nós. De mim e da filha da minha falecida sogra, já porque no dia 27 do mês que termina hoje comemoramos as nossas bodas de Alabastro (quarenta e seis anos de lowolo e de casamento no civil). Sem flores, mas congratulem-nos! Acreditem em nós, a nossa união é de facto e de causa sólida, séria, profunda e inabalável. Como estão a saber e era já do conhecimento de muitos; Alabastro é uma designação aplicada a dois minerais distintos: gesso e calcite. E mais. Nós dois sempre que atracamos a esta época do ano (antes, durante e depois da virada do ano novo) esbarramos com várias comemorações. Porque ela e eu nascemos no mesmo mês, mas anos e berços diferentes, porém, o mesmo signo: capricornianos. A começar por mim, por exemplo, quando amanhã o sol raiar, dando crédito ao que o falecido marido da minha mãe deixou por escrito (felizmente ele sabia ler e escrever em várias línguas: Txi Txopi, Xitswa, Português, Inglês, entre outras, e foi que me ensinou a fazer um diário por escrito, à mão com caneta de tinta permanente), consta, nos meus documentos de identificação civil, que amanhã a partir das seis horas estarei a comemorar as minhas bodas de macieira, (74.º Janeiro)! É deveras fascinante! Segundo o dito meu falecido pai, confirmando as informações transmitidas pela sua (dele) mulher, minha mãe ainda viva, lúcida e vigorosa graças à actividade física intensa e regular no desempenho das suas tarefas diárias (camponesa analfabeta de 97 anos e sempre com enxada de cabo curto logo pelas quatro da manhã, como desporto), ela terá me depositado a este planeta terrificante e angustiante, visto pela primeira vez o astro-rei (Sol), protegido por uma sombra duma frondosa mafureira, no primeiro dia de Janeiro do quarto ano da quarta década do século passado. 

Kandiyane Wa Matuva Kandiya

This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.
Pub