Esconder as chaves

Hoje, 31 de Dezembro, é o dia menos indicado para encetar viagem com o propósito de curtir o fim-do-ano, onde quer que seja. Não invente uma deslocação. Se não se programou antes ou as contas saíram-lhe furadas, porque o salário tardou, deixe-se estar. Fique em casa e sossegue. São múltiplas as vantagens.  

- Por exemplo, quando se sentir na lua depois de “umas bem geladinhas” puxe uma esteira ou dirija-se à sua cama e adeus 2017. Não vai se chatear com ninguém;

- O vizinho com quem nunca falou virá bater-lhe a porta com votos de ano novo próspero e, quiçá, pode ser o florir de uma nova amizade;

- Familiares, amigos, colegas de trabalho ficarão sossegados ao saberem que este 31 passa em casa;

- Se tiver viatura esconda as chaves, bem escondidas, para que o seu filho de 17, 18, 19, 20 anos não se sinta tentado a “roubá-las” ao se aperceber que os pais se retiraram para dormir;

- Se assim proceder, será ténue a hipótese de ver o seu automóvel ou o que resta dele com mirones à volta no telejornal das 13.00 horas;

André Matola

This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.
Pub