O regresso da cortesia à Assembleia da República

Porque hoje é último dia do ano 2017, “Post Scriptum” quer, neste espaço, fazer jus à citação bíblica: “Dai, pois, a César o que é de César e a Deus o que é de Deus”, felicitando os deputados da Assembleia da República pelo comportamento exemplar demonstrado na V e VI sessões ordinárias desta que é a VIII legislatura.

Pela primeira vez, desde 1994, altura em que Moçambique conheceu o primeiro Parlamento multipartidário, os moçambicanos viram os seus representantes completamente transfigurados, sob ponto de vista de cortesia durante os debates da vida do país. Foi uma constatação agradável, sobretudo para aqueles que defendem que a Casa do Povo merece todo o respeito.

O Parlamento andou muito longe dos habituais insultos e acusações mútuas a que, infelizmente, lhes eram característicos e passou a privilegiar o respeito e o decoro, independentemente das ideias antagónicas, resultantes do facto de uns deputados representarem o partido no poder e outros serem dignitários da oposição.

António Mondlhane
amondlane@hotmail.com

Editorial

Assim também não!
domingo, 22 abril 2018, 00:00
Começa a ser preocupante a maneira como gente estranha ao sector da Saúde, vezes sem conta, passeia-se à vontade, nas nossas unidades sanitárias; sobretudo quando estas... Leia Mais

Versão-Impressa


Opinião

Desporto

Nacional

Breves

Sociedade

Reportagem

Cultura

Em foco

Temos 613 visitantes em linha

Banca de Jornais

Sociedade do Noticias
  • EconomiaEconomia
  • CulturaCultura
  • DomingoDomingo
  • DesafioDesafio
  • NotíciasNoticias

Conselho de Administração

Bento Baloi Presidente

Rogério Sitoe Administrador

Cezerilo Matuce Administrador