Em Gorongosa, província de Sofala, perdura uma crença segundo a qual Chitengo, antigo guerreiro que chefiou uma das tribos que se havia instalado na região, transformou-se em leão e desapareceu pelas matas.

Coincidência ou não, a verdade é que o leão é exactamente o símbolo do Parque Nacional da Gorongosa. E a memória de Chitengo é invocada anualmente numa cerimónia tradicional que acontece numa pequena cabana junto de uma árvore frondosa, denominada “mutondo” (cujo nome científico é Cordyla Africana), na presença de parentes do guerreiro, trabalhadores do parque, líderes comunitários, entre outras personalidades.

Neste culto, faz-se o pedido para que a época turística seja abençoada e que os trabalhadores do parque desenvolvam a sua actividade sem sobressaltos.

É assim que o chefe Chitengo, ou simplesmente Chitengo para muitos, dá nome ao acampamento principal do Parque da Gorongosa.

Quem nos narra esta história é Mateus Muthemba, administrador do Parque Nacional da Gorongosa.

O MITO

Narrativas dão conta que Chitengo se terá transformado em leão quando um grupo de colonos pretendia ocupar a zona do parque e que por consequência desse facto o seu corpo nunca mais foi achado.

O seu bisneto, Traquino Chitengo, filho de Simão Chitengo, citando fontes orais, conta que o bisavô, depois de se transformar, penetrou na densa mata de “Gorongosa” em direcção ao Rio Púnguè, um dos limites do parque.

Leia mais...

Pub

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 58,39 59,56
ZAR 3,97 4,01
EUR 66,59 67,93

19.08.201Banco de Moçambique