Texto de Benjamim Wilson

This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

O uso de Veículos Aéreos Remotamente Pilotados (VARP), popularmente conhecidos por “drones”, começa a ser uma ameaça à segurança aeronáutica em Moçambique. Trata-se de uma nova tecnologia que está a “invadir” o espaço aéreo, com o número de utilizadores a crescer, enquanto se prepara legislação específica para enfrentar o futuro perigo da aviação.

Um curto vídeo, gravado do interior de uma aeronave “Embraer” das Linhas Aéreas de Moçambique (LAM) mostra a asa esquerda danificada por um “drone”, na zona de aproximação do Aeroporto Internacional de Maputo, denotando que os aviões estão expostos a estes aparelhos.

Serviu o vídeo em alusão de “mote” para analisar possíveis factores que serão ameaças à segurança aérea nacional, nos próximos tempos, conforme os debates no encontro que marcou as comemorações, sexta-feira, do Dia Internacional dos Controladores de Tráfego Aéreo.

Além dos “drones”, que assumidamente são uma incontornável realidade, foram igualmente admitidos como perigos para a aeronáutica, a invasão dos sistemas informáticos e as ameaças de detonação de explosivos.

NEGÓCIO CAPRICHOSO

Os “drones” são bastante aplicados na vigência da chamada “Guerra Fria”, usados maioritariamente para fins estratégico-militares, sobretudo em acções de reconhecimento.

Embora em muitas grandes cidades mundiais, o uso destes aparelhos por civis não constitua novidade, para a aviação civil nacional começa a ser alarmante.

O Instituto da Aviação Civil de Moçambique (IACM) está a finalizar a legislação específica sobre o uso dos “drones”, numa altura em que os aparelhos estão a ser usados por muitas instituições e pessoas singulares para diversos fins, como prospecções, pesquisas geotécnicas, acesso a zonas remotas, levantamentos em aéreas de conservação, de agricultura, de mineração e filmagem de eventos.

Além de analisar os perigos representados pelo uso de “drones”, as autoridades aeronáuticas têm de ter em conta o potencial do negócio, nos próximos tempos, para as indústrias que produzem estes aparelhos, conforme recomendaram os participantes.

Leia mais...

Pub

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 58,39 59,56
ZAR 3,97 4,01
EUR 66,59 67,93

19.08.201Banco de Moçambique